Notícias

PÁGINAS DE UM LIVRO BOM! - IMI

Ex-aluna expressa a alegria de ver seu pai presente na escola em que ela estudou há anos atrás...

PÁGINAS DE UM LIVRO BOM! EX-ALUNA EXPRESSA A ALEGRIA DE VER SEU PAI PRESENTE NA ESCOLA EM QUE ELA ESTUDOU HÁ ANOS ATRÁS...

Tempo e recursos bons nos dias de hoje que nos permitem revelar o tamanho do amor de algumas pessoas pela educação salesiana. Hoje, com orgulho, trazemos o depoimento da ex-aluna do Instituo Maria Imaculada, que prestes a completar seus 30 anos, nos surpreendeu com uma postagem no Facebook, após a visita de seu querido Pai na nossa escola, em vista de um projeto da professora Naira e seus alunos do 1º ano/EFI. Ele, um dos moradores mais antigo do bairro onde o IMI se localiza, sempre nos prestigia com sua presença nesse projeto de entrevista e bate-papo profundo sobre os bons tempos de antigamente! Vejam que bacana como nossa Carol, hoje uma grande mulher, se expressou:

“Em época de pré 30 anos tudo é motivo para o saudosismo!!! Meu Paizinho foi entrevistado pelas crianças na minha primeira escola, escola que mora no meu coração até hoje, onde estudei do pré-primário até a quarta série.

Escola que meu Pai foi inúmeras vezes ver minhas apresentações agora ele que foi a estrela. Para quem ainda não sabe, meu Pai, Roldão Valente, é maestro e um dos moradores mais antigos do Bairro dos Funcionários lá em Barbacena.

A escola Salesianas fica no nosso bairro e o convidou para falar um pouco sobre como era a vida antigamente e, claro, ele aproveitou para fazer um barulho com as crianças, como um bom músico que é.

No mundo do saudosismo e das tecnologias antigas, cabe ainda uma história, em uma das minhas apresentações na escola Paizinho sempre empolgado fotografou um filme inteiro, e ia lá na frente e falava: - Carol olha aqui minha filha... foto daqui, foto de lá... pena que por um descuido ele abriu a máquina fotográfica e no dia de revelar as fotos para nossa surpresa e tristeza, todas as fotos haviam queimado (risos)...

História de “quando eu era criança pequena lá em Barbacena” e no tempo em que existiam máquinas fotográficas com filmes que eram revelados e só após essa revelação era possível ver se as fotos ficaram boas ou não!!!”

Ana Carolina Magalhães Pigosso, é formada em Engenharia Florestal, pela Universidade Federal de Lavras, é ex-aluna do IMI e atualmente mora em Maringá – PR.